ūüáĶūüáĻ Construir novas normas para a privacidade e escalabilidade

A IOHK junta-se à conversa sobre provas de conhecimento-zero na sessão de trabalho ZKP

Construir a privacidade e agência

Numa idade de capitalismo de informação, dados são a mercadoria que tem que ser protegida a nível individual e global. Cada vez que alguém realiza uma compra, faz o acesso a uma conta ou acede a um site na web, meta dados são ligados ao endereço IP individual. Enormes quantidades de informação movem-se por todo o mundo a cada segundo, mas se não for segura através da encriptação poderá ser explorada. Os efeitos a jusante podem ser benignos, tais como a receção de marketing direcionado. Ou pode ser perigoso tal como o alastramento de propaganda política.

A privacidade √© central ao ethos do espa√ßo criptogr√°fico. Em termos de criptomoedas historicamente isto tem gerado desconforto. Muito do negativismo em torno de Bitcoin estava ligado √† perce√ß√£o de que era indetet√°vel facilitando um sistema financeiro sombra para realizar lavagens de dinheiro do terrorismo global. Mas o crescimento e a maior aten√ß√£o a brechas nos dados, vigil√Ęncia de empresas e governos e a vigil√Ęncia capitalista moveu a mentalidade das massas. A privacidade tem-se tornado uma preocupa√ß√£o significativa e leg√≠tima para muitos, particularmente com a chegada da pandemia e as consequ√™ncias nefastas que pode trazer. A criptografia √© reconhecido como uma ferramenta importante para manter o poder institucional e governamental em conta e assegurar que os dados s√£o mantidos pelas pessoas.

A informa√ß√£o pessoal de um individuo e os metadados s√£o sua propriedade. Se escolhem partilhar ou vender o acesso ao seu rasto digital ent√£o est√£o no seu direito. Contudo, entidades terceiras atualmente exploram a sua posi√ß√£o sobre a informa√ß√£o do utilizador. √Č por isto que na IOHK vemos como nossa responsabilidade para investigar todas as tecnologias que possam se aplic√°veis para melhorar a privacidade, ag√™ncia pessoal e a incluindo a responsabilidade.

Novas abordagens criptogr√°ficas para endere√ßar as preocupa√ß√Ķes com a seguran√ßa dos dados t√™m crescido e tornou-se uma √°rea significativa de investiga√ß√£o da IOHK. J√° produzimos mais de 60 artigos acad√©micos com revis√£o de pares que tornamos abertos livres de patentes e recursos para todos. Cinco destes artigos relacionam-se com as provas de conhecimento-zero e a sua aplica√ß√£o global. Cobrem inova√ß√Ķes em zk-SNARKS, contratos inteligentes que preservam a privacidade e t√©cnicas para a inicializa√ß√£o destes sistemas na blockchain de forma mais eficiente e sem depender de terceiros e serem confi√°veis.

Sess√£o de trabalho ZKProof

Provas de conhecimento-zero, ou ZKPs s√£o uma t√©cnica criptogr√°fica que, quando aplicado a blockchains, pode torn√°-los ultra privados e escal√°veis. ZKPs permitem que a informa√ß√£o seja verificada sem que seja revelada a ningu√©m a n√£o ser ao recipiente direcionado. Na sua ess√™ncia, criptografia de conhecimento-zero permite-te provar que sabes de algo sem revelar o que √©. No fim, ZKPs protegem a soberania individual e a auto-propriedade. Isto √© garantido usando criptografia que assegura a informa√ß√£o enquanto assegura a certeza e a confidencialidade quando se interage com estes conjuntos de dados, finan√ßas e aplica√ß√Ķes.

A IOHK acredita que estas provas representam um passo importante para a inclus√£o universal, gest√£o de dados pessoal e seguran√ßa. √Č por isso que temos patrocinado e participado no terceiro sess√£o de trabalho anual ZKProof que conclui amanh√£.

Esta confer√™ncia na web junta l√≠deres criptogr√°ficos, investigadores e empresas a avan√ßarem a conversa sobre ZKPs. Esta iniciativa acad√©mica aberta para a ind√ļstria da ZKProof est√° focado na ado√ß√£o alargada da criptografia ZKP atrav√©s do desenvolvimento de normas e enquadramentos. Estas normas internacionais criam uma linguagem comum para aplica√ß√Ķes, seguran√ßa, garantia e interoperacionalidade.

A IOHK acredita que o mundo um dia ir√° funcionar atrav√©s de nexo de raz√Ķes distribu√≠dos interoperacionais. Esta rede global ir√° combinar o legado de institui√ß√Ķes financeiras, empresas de tecnologia correntes e organiza√ß√Ķes descentralizadas emergentes. Um sistema global deste g√©nero ir√° ter que trabalhar de forma igual para todos. Para tal, programadores e engenheiros precisam de construir especifica√ß√Ķes e normas de confian√ßa em torno da privacidade. Tamb√©m precisam de assegurar que as fintes de informa√ß√£o s√£o inalter√°veis e podem ser acedidos por todos. A sess√£o de trabalho visa definir este enquadramento para ZKPs. Assegurar a privacidade n√£o √© suficiente para construir um sistema global, tamb√©m precisamos de garantir que √© acess√≠vel por todos.

Poder para as extremidades

A IOHK j√° constatou que o seu objetivo √© empurrar poder financeiro e social para as extremidades em vez de consolidar tudo no centro. Para esse fim, temos que assegurar que todos t√™m igual acesso a uma √ļnica fonte de verdade que √© a blockchain. Aspetos como contratos dependentes de um estado e contratos inteligentes requerem uma elevada quantidade de espa√ßo e poder de computa√ß√£o para o manter. Isto √© um desafio dado que queremos que a nossa plataforma seja acess√≠vel de forma igual desde port√°teis de elevado desempenho em Londres a telem√≥veis em zonas rurais em Uganda.

√Ä medida que blockchains crescem t√™m que tamb√©m incluir ativos de m√ļltiplas funcionalidades, identidade e at√© capacidades de vota√ß√£o. Isto √© muito mais do que simplesmente cambiar dinheiro ou tokenizar ativos. Todas estas intera√ß√Ķes envolvem o mantimento e cura de elevadas quantidades de informa√ß√£o. Para um indiv√≠duo verificar a fonte de verdade ao n√≠vel do n√≥ da blockchain, seria necess√°rio peta bytes e eventualmente exa bytes de espa√ßo de armazenamento. Isto √© impratic√°vel para o utilizador. Felizmente ZKPs fornecem uma solu√ß√£o para este problema.

A constru√ß√£o recursiva de provas de conhecimento-zero permitem que transa√ß√Ķes no raz√£o distribu√≠do possam ser truncados para que mesmo que a blockchain cres√ßa, a capacidade necess√°ria para hospedar do n√≥ completo mant√©m alcan√ß√°vel para todos os participantes. ZKPs trazem quer a privacidade quer a escalabilidade em conjunto, o que os torna num fluxo de investiga√ß√£o cr√≠tica para os engenheiros da IOHK. O resultado √© um aumento da compreens√£o e inclus√£o universal.

Responsabilidade inclusiva

Criptografia de conhecimento-zero n√£o √© apenas um ramo de investiga√ß√£o acad√©mica. Tem aplica√ß√£o direta a uma variedade de desafios globais. ZKPs ajudam a criar mais inclusividade de responsabilidade. A responsabilidade inclusiva √© a ideia de que h√° a possibilidade de verifica√ß√£o universal para todos os atores a correr um algoritmo nos seus computadores ou dispositivos. Enquanto que ZKPs podem ser usados para contabilizar transa√ß√Ķes monet√°rias privadas, podem tamb√©m ser usados para realizar vota√ß√Ķes, transferir registos e garantir a seguran√ßa de informa√ß√£o pessoal. Na sua ess√™ncia, a responsabilidade inclusiva inclui-se em todos os processos importantes que governam o mundo criando as funda√ß√Ķes para a confian√ßa para todos.

O foco na sessão de trabalho ZKProof é a de definir normas que irão desbravar o caminho para a adoção de criptografia de conhecimento-zero. A IOHK acredita que as ferramentas criptográficas são a chave para endereçar estes desafios emergentes dentro do nosso enquadramento financeiro e social do futuro. Se quiseres fazer parte da conversa em torno dos ZKPs podes-te juntar na sessão de trabalho online ZKProof.

V√™ os nossos artigos recentes e implementa√ß√Ķes de c√≥digo-aberto do protocolo Sonic:

1 Like