O modelo econômico e de incentivo por trás do Proof-of-Stake da Cardano

Traduzido de: https://cardanians.io/en/economic-and-incentive-model-behind-cardano-proof-of-stake-54

O modelo econômico e de incentivo por trás do Proof-of-Stake da Cardano.

O modelo econômico e de incentivo é frequentemente negligenciado, o que é uma pena pois essa é provavelmente a parte mais importe de protocolos descentralizados públicos. Vejamos por que este modelo é tão importante e como o Cardano Ourorobos Proof-of-Stake é planejado a partir do ponto de vista dos usuários.


Um copo de café tem valor no mundo físico. Se você pode pagar por ele com ADA, então isto também tem valor.

O link entre o mundo digital e o mundo físico

O modelo econômico e de incentivo liga o mundo digital ao mundo físico. Este modelo é projetado por uma equipe. Ele é baseado no conhecimento acerca do comportamento de pessoas e da motivação delas para agirem honestamente. O delineamento do modelo é então reescrito no código fonte do protocolo. O código fonte está disponível na GitHub e todos podem avalia-lo. O código fonte é usado como um input para a criação de uma full-node.

Você pode imaginar o protocolo com um conjunto de algoritmos que basicamente descrevem como reagir a eventos internos e externos. O protocolo vive em um mundo digital então como eventos externos nós referimos a eventos relativos no mundo físico. Por exemplo, é fácil para um protocolo ser verificado quando um bloco recebido, incluído todas transações, é válido. A verificação acontece inteiramente no mundo digital.
Entretanto, as pessoas são capazes de prevenir a propagação de blocos ou eles podem intencionalmente mudar a código fonte para tentarem cometer um ataque. Um protocolo bem delineado deve estar apto a lidar com todas as tentativas de fraude possíveis.

A maioria das pessoas aceitam o dinheiro como uma motivação para o comportamento honesto. A ligação entre os mundos físicos e digitais é assentado na habilidade do protocolo de prover pessoas com uma recompensa física. Não diretamente, mas indiretamente. Moedas digitais precisam contem algo de valor no mundo físico. ADA é a moeda nativa do protocolo Cardano e tem o seu valor de mercado que pode ser expresso em moeda fiduciária (fiat). Há um número limitado de moedas ADA então elas são naturalmente escassas. Para ser preciso, haverá apenas 45.000.000.000 moedas ADA. Enquanto houver uma demanda para as moedas ADA, o protocolo Cardano tem um recurso digital escasso que pode ser usado para recompensar pessoas por um comportamento honesto.

O preço das moedas ADA no mundo físico é muito importante. No mundo digital, moedas ADA são literalmente apenas números. Moedas localizam-se em endereços e pertencem titulares com chaves privadas. Moedas digitais podem ter valor apenas quando pessoas podem trocá-las por algo que tenha valor no mundo físico. Corretoras de criptos servem como um local onde pessoas podem vender moedas ADA por moeda fiduciária.

Descentralização e segurança não são gratuitos.

Gradualmente, perdemos a fé em autoridades centralizadas e frequentemente não podemos confiar uns nos outros no mundo digital. Descentralização resolve o problema de confiança. Uma rede descentralizada pública, juntamente com blockchain, pode servir para uma entidade para duas partes que não confiam em si mesmas. Ela funciona bem se as duas entidades confiarem na rede. Confiança é algo valioso especialmente no mundo globalizado da internet. Descentralização nos permite evitar um intermediário desnecessário. Segurança é também um atributo de uma rede descentralizada à medida que se é possível cometer um ataque e o protocolo deve estar apto a prevenir isto. Há muitos vetores de ataque possíveis. Uma rede pública permite a todos a aderirem ao consenso de rede. O consenso de rede é um tipo de via democrática para chegar a um acordo entre os participantes que rodam uma full node (nodo completo). Um novo bloco pode ser com sucesso adicionado ao blockchain somente se a maioria dos participantes concordarem. Um consenso de rede é um lugar potencialmente vulnerável que não pode ser atacado. A prevenção é baseada no alto custo do ataque.

Descentralização é principalmente a respeito da distribuição da decisão de poder. A qualidade da descentralização e segurança determina o quanto uma rede é confiada por seus usuários. Esses atributos não são gratuitos e a rede deve pagar por eles. O Proof-of-Stake da Cardano é planejado de maneira a garantir alta segurança e motiva a manter um alto nível de descentralização por meio de modelos econômicos e de incentive. Cardano tem moedas ADA que tem um valor enquanto ela pode recompensar seus participantes num consenso de rede por comportamento honesto e serviço de alta qualidade. Ademais, ela pode motivar as partes interessadas (stakeholders) a manterem suas moedas e desta maneira manter a descentralização em nível alto.

Participantes de um consenso de rede são pessoas operando um full-node. Note que há um link entre o mundo físico e o mundo digital. A pessoa deve estar motivada por algo valioso no mundo físico para servir à rede que existe no mundo digital. Pode-se dizer que os participantes são funcionários da rede. É importante notar que a rede é descentralizada então deve ser a própria rede que recompensa os seus participantes. Não pode ser a equipe por trás da rede ou outra pessoa. A equipe é responsável pelo planejamento do modelo de incentivo e econômico. Uma vez que a mainnet (rede principal) é lançada, a rede será independente e autônoma. A respeito da manutenção do código fonte a inovação do protocolo, a rede não pode ser totalmente autônoma. A parte inevitável da descentralização deve ser de governança de projeto e votação dos stakeholders sobre um protocolo de desenvolvimento. A rede deve conter uma tesouraria projetada a ser capaz de recompensar desenvolvedores e pesquisadores.

A rede recompensa participantes pela segurança e desenvolvedores por manterem o protocolo, então deve haver alguma fonte de renda. A fonte de renda é usualmente de mão-dupla. A rede Cardano vai produzir novas moedas que irão ser gradualmente distribuídas como recompensa. Essa fonte de renda é limitada no tempo de dez anos. A segunda fonte de renda são as taxas de transação e as taxas para implantar contratos inteligentes. No início, novas moedas vão exercer o papel principal no programa de recompensa visto que pode não haver muitas transações processadas. É esperado que depois de dez anos terão sido coletadas tantas taxas que cobrirão os gastos. A criação de novas moedas será gradualmente substituída por coleta de taxas.

Sustentabilidade de Longo Prazo do Modelo Econômico.

O modelo econômico consiste num número máximo de moedas e uma curva de inflação. A curva de inflação é basicamente um algoritmo que emite um certo número de novas moedas num dados período. É um tipo de rede de subsídio temporária deve ajudar e recompensar participantes no início da existencia da rede. A coleta de taxas também pertence ao modelo econômico visto que está relacionada ao proventos do protocolo. O modelo de incentivo é um algoritmo que determina quem será recompensado por fazer um bom trabalho. O consenso de rede trabalha com o modelo econômico e de incentivo. Para ser mais preciso, ele confia em ter suficiente renda e seus usuários um modelo de incentivo para recompensa. Algoritmos em full-node sabem o que é considerado como comportamento bom e honesto. A maioria dos participantes decide sobre implantarem um novo bloco no blockchain de forma que o consenso determine diretamente quem será recompensado. O protocolo está apto a avaliar o comportamento dos participantes do consenso e recompensá-los por meio do modelo de incentivo.

É necessário garantir a sustentabilidade de longo prazo do modelo econômico. É relativamente fácil garantir isso quando a rede pode depender de um subsídio rico por meio da emissão de novas moedas. Uma vez que o orçamento do subsídio está gradualmente se esgotando isso se tornará mais difícil. O rendimento da rede chega ao ponto em que está inteiramente dependente de coleta de taxas. Como consequência, a rede pode sobreviver apenas no caso da coleta de taxas ser o bastante para recompensa os participantes do consenso.

O modelo Proof-of-Stake não é dependente de recursos físicos como eletricidade. Desta maneira, o custo de operar uma full-node é relativamente pequeno. Isto significa que taxas podem permanecer pequenas no futuro distante e sempre haverá um número suficiente de moedas coletadas para recompensa. Depende em coleta de taxas é diretamente dependente da escalabilidade do protocolo. Quanto mais transações por segundo puderem ser processadas, mais taxas podem ser coletadas. Se milhões de pessoas estiverem usando o protocolo Cardano no futuro, então as taxas podem permanecer baixas.

Note que as taxas coletadas não são diretamente necessárias para criar um orçamento de segurança. O orçamento de segurança da Proof-of-Stake (prova de participação) da Ouroboros é sempre presente e protege a rede contra o ataque de 51%. Moedas ADA delegadas formam o orçamento de segurança qualquer um que visasse atacar teria de ter mais da metade das moedas delegadas para suceder. O orçamento de segurança depende principalmente do preço de mercado das moedas. Ele não depende de subsídio de rede e taxas coletadas. É uma grande vantagem do ponto de vista de segurança, visto que um ataque é muito caro. Apenas tente contar quantas moedas você teria de comprar para ter a chance de cometer o ataque de 51%. Pode-se argumentar que mais da metade de moedas em circulação. Ademais, o preço das moedas pode aumenta drasticamente se você tentar compra-la no mercado aberto. O Proof-of-Stake Ouroboros motiva as pessoas a terem moedas ADA e as delegarem para as stake pools. É muito inteligente. Isto não só descentraliza a rede já que o poder decisão é realmente distribuído nos muitos stake-holders, mas também também isso cria uma demanda natural para moedas ADA. A recompensa da rede recompensa não só operadores das pools, mas todos os stakeholders que houverem delegados suas moedas às pools.


Sempre vai haver participantes que não agem honestamente.

Um outro importante aspecto social do planejamento da prova de participação (proof-of-stake) é o fato de que todos as partes interessadas (stakeholders) basicamente possuem a rede Cardano. À medida que a importância da rede crescer, a demanda por possuir uma fração dela também aumentará. Apenas portadores de ADA podem participar do consenso de rede relacionados ao protocolo de desenvolvimento. Você pode entender as moedas ADA como um novo tipo de estoque já que você pode ser parte da rede e garantir lucro passivo permanentemente. Moedas de subsídio da rede e coleta de taxas são usados para recompensar as partes interessadas (stakeholders). Como dissemos, manter a rede rodando é barato portanto todos os recursos podem ser usados para recompensar portadores. Não há de se pagar por eletricidade.

Consenso de rede

As entidades mais independentes operam um full-node para criarem novos blocos melhor para a descentralização. A rede depende de atrair economicamente participantes de todos os cantos do mundo. O consenso de Proof-of-Stake não depende de eletricidade então o custo de opoerar uma full-node é semelhante em todos os países. O mecanismo de incentivo bem planejado deve motivar participantes ao comportamento honesto que é alinhado com os melhores interesses da rede. Ao mesmo tempo, ele deve se desviar do comportamento desonesto.

O protocolo trabalha com incentivos econômicos por meio da moeda ADA mas operadores de pools podem ser incentivados por idealismo, moralidade, desejo de fazer a coisa certa, ou apenas pelo motivo de que eles usam a rede Cardano em seus negócios. Proof-of-Stake permanece seguro quando mais da metade das moedas estocadas são mantidas por participantes honestos. Quem são os participantes? Há três grupos principais: operadores de stakepools, stakeholdes, e usuários. Stakeholders são aqueles usuários que delegam moedas ADA às pools. Note que stakeholders podem escolher independentemente uma pool a qual eles irão delegar suas moedas. Isto significa que os stakeholders participam na descentralização e eles são recompensados por isso pelo protocolo. Pode-se assumir que isto será atrativo às pessoas para garantir renda passiva. Pode-se dizer que o consenso Cardano recompensa as pessoas por manterem a descentralização. O terceiro grupo consiste em usuários que mantiverem suas moedas ADA mas não as delegam para uma pool. Este usuários têm outros usos como trading ou asseguram ADA em outros sistema.

Para ter o poder de decisão no consenso de rede uma pessoa precisa de moedas ADA. Quanto mais moedas, maior poder. A distribuição do poder de decisão caminha juntamente com a distribuição de moedas entre pessoas. O poder de uma pool usualmente consiste em moedas que o operador de pool contém e moedas que são delegadas pelos stakeholders. Se o operar de pool comportar-se com desonestidade ou a performance da pool é muito baixa, então os stakeholders podem decidir delegar suas moedas para outra pool. Assim stakeholders participam diretamente no consenso de rede.
O mecanismo de incentivo é modelado com a presunção da racionalidade dos participantes. Cada participante age de maneira egoísta para maximizar o seu próprio retorno. Participantes altruístas são raros. Quase todos os participantes pensam em si e possuem estratégias para se recompensarem. O modelo econômico, que é programado diretamente no protocolo, define regras e leis que são usadas para recompensar todos os participantes interessados em estabelecerem um consenso. Um dos principais princípios da teoria dos jogos é que um sistema ideal é aquele em que participantes egoístas, agindo para seus próprios interesses, são também, por planejamento, agindo para os melhores interesses do sistema.

O interesse do operador de node é cobrir os custos e gerar lucro. O interesse do stakeholder é garantir renda passiva. Ele fazem isso ao delegarem moedas ADA para as pools. Delegação tem baixo custo e é um processo sem esforço. Outro detentor de ADA pode encontrar outro uso útil. O melhor interesse da rede é ter muitos operadores honestos e independentes operadores de stakepools, e muito stakeholders que asseguram os operadores não somente no mundo digital como tanto no mundo físico.

Resumo

O esquema de recompensa é uma peça fundamental do protocolo de segurança e deve garantir efetiva descentralização em todas as condições possíveis. A segurança do blockchain não pode ser garantida pelo próprio protocolo. Há sempre um aspecto econômico e comportamento de participantes reais que devem ser levados em consideração. O modelo econômico e o mecanismo de incentivo estão embutidos na código fonte e a equipe espera que isto irá funcionar para sempre.
Proof-of-Stake não é um gerador de riquezas. O mecanismo de recompensa é projetado de uma maneira que motiva os participantes ao comportamento honesto e garante alta segurança e descentralização do protocolo. A única usabilidade traz lucro. Blockchain não é verdadeiramente sobre consenso mas sobre real usabilidade que irá trazer usuários. Cardano estará apta a lançar tokens e utilizar contratos inteligentes. Com esperança, muitos usuários a acharão útil e o protocolo irá coletar uma quantia suficiente de taxas para estar apto a recompensar participantes do consenso. Sem renda, pode não haver moedas ADA o suficiente que o protocolo necessidade para o modelo de incentivo. O protocolo terá dez anos para alcançar a adoção em massa.

2 Likes