🇧🇷 Como a promessa irá manter Cardano saudável- traduzido @mrbrinker

Proteger um blockchain decentralizado de ataques é apenas um dos beneficios.

À medida que nos aproximamos do lançamento da Shelley rede principal Cardano, a descentralização tem, inevitavelmente, se tornado um tema de debate. Independentemente de qualquer intenção inicial, as criptomoedas que usam prova de trabalho (PoW), como Bitcoin e Ethereum, tornaram-se mais centralizadas ao longo do tempo. O tempo onde os entusiastas do Bitcoin conseguiam minerar blocos no fim de semana já se foi e hoje vemos um pequeno grupo de mineradoras especializadas e profissionais dominando suas respectivas redes.

Por si só, isso não é necessariamente um coisa ruim - mas se acontecesse isso com Cardano, seria contrário à visão de um protocolo descentralizado de prova de participação (PoS).
Cardano foi projetado desde o início com a descentralização em sua essência e, em particular, em seus mecanismos de delegação e recompensa. Na rede Cardano, os stakepools acima de um determinado tamanho não serão competitivos, e as recompensas para todos os participantes são otimizadas quando existem muitos stakepools de tamanho médio. Todo ecossistema se beneficia quando há diversidade. Da mesma forma, acreditamos que essa abordagem oferece o melhor equilíbrio entre incentivar o envolvimento popular de membros qualificados da comunidade e apoiar aqueles que visam estabelecer uma stakepool como negócio.

A Promessa e como funciona

Durante o registro de uma stakepool, o operador pode optar por prometer uma quantidade de ADA pessoal na stakepool para torná-la mais atraente. O valor prometido pode ser alterado de época para época e será devolvido quando o pool estiver fechado.

Todos podem operar um stakepool no blockchain Cardano. Não há valor mínimo necessário. Os operadores podem, opcionalmente, comprometer parte ou toda a suas ADAs (ou as ADAs de seus amigos e sócios) em sua stakepool para torná-la mais atraente. Quanto maior a quantidade de ADA prometida, mais recompensas o pool receberá, o que atrairá mais delegação.

É importante lembrar que também não há valor máximo; portanto, um operador com muito dinheiro para aportar pode maximizar suas próprias recompensas saturando o pool com sua promessa e não atraindo nenhuma delegação. Obviamente, isso só será possível para muito poucos operadores; a maioria dos operadores tentará atrair delegação com uma combinação de promessa, baixos custos, baixa margem e bom desempenho.

A atratividade de um stakepool para os participantes depende de quatro elementos de interação:
• custos operacionais (quanto menor, melhor);
• margem do operador (quanto menor, melhor);
• desempenho (quanto maior, melhor);
• quantidade prometida (quanto maior, melhor).

Ao prometer mais, o operador do pool pode ter uma taxa de operação maior, enquanto se mantem atraente para os participantes.

Por que a promessa é necessária?

A promessa fornece um mecanismo para incentivar um ecossistema comercial saudável na blockchain Cardano. O mecanismo de promessa também é necessário para proteger o sistema contra ataques Sybil. Como já discuti antes, em um ataque Sybil , alguém com muito pouco dinheiro cria centenas de pools com margens baixas e tenta atrair a maioria dos investimentos para seus pools. Se isso der certo, eles podem controlar o consenso e se envolver em ataques de gastos duplos, criar bifurcações, bloqueios de censura e danificar ou até mesmo destruir o sistema.

Ao tornar os stakepools com promessas mais altas mais atraentes, esses ataques são impedidos, porque um invasor agora precisa dividir sua participação entre muitos pools, tornando esses pools menos atraentes e aumentando o custo inerente à tentativa de um ataque Sybil.

Quão influente será a promessa?

Enfrentamos um dilema clássico aqui: queremos que o sistema seja o mais descentralizado possível e queremos dar ao maior número possível de pessoas a chance de operar um stakepool, para que a promessa não tenha grande efeito sobre as recompensas.

Por outro lado, precisamos proteger o sistema contra ataques de Sybil, e quanto maior a influência das promessas, mais ADA um invasor precisa para ter sucesso nesse ataque.
O objetivo é claro: queremos definir a influência da promessa o mais baixa possível, mas ainda garantindo a segurança do sistema.

Como determinamos a influência da promessa?

O parâmetro que determina a influência da promessa terá de ser definido antes do lançamento de Shelley na rede principal . No entanto, o parâmetro foi projetado para ser flexível e ajustável ao longo do tempo. A rede de teste Shelley Haskell fornecerá uma oportunidade ideal para ajustar esse parâmetro e testar quais valores funcionam e quais não. Também estamos desenvolvendo uma calculadora para ajudar os operadores de stakepool a modelar diferentes valores de promessa e descobrir como isso pode afetar a delegação e, portanto, suas recompensas e receitas.

Determinar valores razoáveis dependem de muitos fatores: quantas ADAs possui um típico operador de stakepool? Quanto custa operar um nó? Quantas pessoas estão interessadas em operar um stakepool? Reunimos muitos dados durante a rede de testes incentivada e obteremos ainda mais com a próxima rede de teste em estreita colaboração com nossos usuários.

Acreditamos em nossa abordagem científica e estamos confiantes de que nosso design levará a um sistema descentralizado, estável e seguro - mas a ciência e a matemática só podem nos levar até uma distância. Você sempre precisa fazer suposições e criar modelos, mas nenhum modelo pode ser tão complexo e colorido quanto o mundo real e as pessoas reais que compõem a comunidade Cardano .

Já vimos contribuições e debates muito positivos sobre o assunto, incluindo o Reddit e um recente show do Cardano Effect . As redes de teste Shelley Haskell serão o campo de treinamento perfeito para continuarmos a debater, avaliar e iterar, colaborando com os operadores de stakepools para ver o que é ideal para todos. Assim como vimos com o sucesso da rede de teste incentivada e do recém-lançado teste de usuário do Daedalus Flight , é novamente o momento de recorrer à ajuda da comunidade para colocar em prática nossa pesquisa.

2 Likes