🇵🇹 O que significa o reinício de Byron para Cardano

Código novo entrega grandes benefícios para a rede e utilizadores de Daedalus à medida que nos preparamos para Shelley

O reinício de Byron é uma série de atualizações a múltiplas componentes da rede de Cardano. Não só o nó de Cardano, mas também o explorador Cardano, o backend da carteira e a própria carteira Daedalus. A primeira parte do reinício de Byron - uma implementação totalmente nova de um nó - já foi implementado a alguns nós de retransmissão da rede e as próximas semanas verão novos nós centrais a serem incrementalmente atualizados para o novo sistema. Em breve, utilizadores podem experimentar as melhorias do nó diretamente através de uma nova versão da carteira Daedalus.

Porque precisamos de um reinício?

Para preparar para o futuro e para Shelley. O nó que foi lançado no início da era de Byron iria apenas levar-nos a certo ponto. A nova implementação do nó foi concebido de raiz para apoiar não só as eminentes características de Shelley tais como a delegação e a descentralização, mas também tudo o resto que o futuro reserva. A conceção melhorada é modular separando o razão, consenso e as componentes do nó da rede permitindo que qualquer um possa ser melhorado, ajustado e atualizado sem que afete os outros componentes.

O reinício tem sido também uma oportunidade de aplicar métodos formais baseados em evidências e tem sido testado todos os aspetos do nó. Em vez de tentar fazer estas mudanças substanciais ao código existente era mais efetivo refazer tudo de início. Todos os componentes críticos do novo nó foram formalmente especificados e a implementação final testado contra essas mesmas especificações. Qualidade do código e o desempenho são agora significativamente superiores e mais robustos de maneira geral além de ser mais fácil testar e verificar doravante.

O que está envolvido?

Naturalmente, melhorias ao nó de Cardano, mas tem havido trabalho de melhoria ao explorador, ao backend da carteira e à própria carteira Daedalus. O novo explorador foi concebido para ser mais fácil de utilizar além de um melhoramento visual e mais informação disponível. A melhoria do backend da carteira e serviços associados, conhecidos coletivamente por Adrestia, irá permitir a câmbios e programadores externos para se envolverem na rede de Cardano usando uma coleção de bibliotecas independentes e autocontidos. Os novos APIs estendidos foram explicitamente concebidos para ir ao encontro das necessidades dos câmbios maiores, permitindo que ada possa ser suportado por ainda mais plataformas. Finalmente, a nova e melhorada carteira Daedalus irá ver o apoio da carteira Yoroi, filtro de transações, restauro em paralelo da carteira - para não mencionar algumas melhorias significativas.

Como é que irá afetar a rede de Cardano?

Ao nível mais fundamental, o reinício de Byron irá trazer melhorias de desempenho para toda a rede de Cardano. Capacidade de taxa de transferência irá aumentar e a rede será capaz de lidar com mais procura e transações por segundo. As melhorias ao nó tornam o nó mais eficiente e fiável em termos de uso de memória, aumentando a viabilidade de correr o nó Cardano em máquinas de especificações mais baixas ou em piores condições de rede, que, por seu turno, permite a mais utilizadores de participarem na rede Cardano em todo o mundo.

O que significa para utilizadores Daedalus?

Em primeiro lugar haverá lançamentos seguidos da Daedalus que foram concebidos a permitir aos utilizadores testarem as novas funcionalidades do nó e do backend da carteira e fornecer-nos com comentários. Iremos partilhar mais sobre como tudo funcionará na nossa atualização mensal de produto na terça-feira 31 de março. Uma vez testada a carteira, comentários serão implementados numa nova versão de produção de Daedalus. Muitos dos desafios que utilizadores têm sentido com Daedalus no passado foram devidos ao próprio nó em vez do Daedalus. O novo nó irá melhorar em muito o desempenho e utilizadores devem ver Daedalus sincronizar e restaurar carteiras com muito maior rapidez.

O que se segue?

O reinício começa com a implementação de um CLI e APIs associados para câmbios e parceiros com carteiras. A atualização do novo nó será implementado em mais nós centrais e de retransmissão na rede principal de Cardano dentro das próximas semanas, seguido de outro reinício e continuando com as melhorias a Daedalus nos meses adiante. O objetivo é gradualmente e de forma sustentável migrar toda a blockchain Cardano para trabalhar numa nova implementação do nó sem disrupções ou perda de serviço. Depois disso vem a rede de testes de Shelley em Haskell que irá incluir o processo de integração dos operadores de agrupamentos de participação da rede de testes incentivada e ajudá-los a prepararem-se para correr os agrupamentos na rede principal de Shelley.

O reinício de Byron é o culminar de 18 meses de trabalho por várias equipas de desenvolvimento da IOHK e representa um investimento significativo na infraestrutura de rede crítica necessária para apoiar a era Shelley de Cardano. Para mais detalhes do reinício e como tudo irá desenrolar-se, sintoniza-te à atualização do produto no streaming do Crowdcast da IOHK a 31 de março. A diretora de produto Cardano Aparna Jue e os membros da sua equipa irão juntar-se a mim para discutir as últimas notícias do reinício e os próximos passos para o projeto.